AS PRINCIPAIS DIFERENÇAS ENTRE UM TCC E UMA MONOGRAFIA

Muitas pessoas acreditam que os termos TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) e monografia sejam sinônimos. Alguns até usam os termos de forma indiscriminada, sem diferenciação nenhuma. Foi pensando neste assunto que, esse artigo vai ajudar a todos compreender as diferenças básicas entre TCC e uma Monografia. Antes de tudo, como bons alunos, vocês devem entender o significado das duas expressões. Depois, veremos as diferenças técnicas. Primeiro veja o que diz um dicionário sobre a definição de “monografia”: “trabalho escrito, pormenorizado, em que se pretende dar informação completa sobre algum tema particular de um ramo de conhecimento, ou sobre personagens, localidades, acontecimentos etc.” (Fonte: michaelis.uol.com.br). Podemos até concluir que uma monografia faz parte de um TCC, mas um TCC não necessariamente é uma monografia. Parece uma explicação confusa? Bem, vamos aos detalhes adiante.

TCC – TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

Antes de um aluno universitário poder exercer seu aprendizado na prática, ele precisa apresentar seu TCC para demonstrar o conhecimento científico que adquiriu. Para isso, o TCC pode ser apresentado de diferentes maneiras. A experiência tem mostrado que as principais maneiras de se apresentar um TCC são: monografia, relatório de estágio, tese para doutorado, artigo científico e dissertação para doutorado. Existem outras opções, e quem decide como será apresentado o TCC é a instituição de ensino ao qual o aluno pertence.

MONOGRAFIA

No sentido exato da palavra, “monografia” vem do grego monos (“única”), e graphein (“escrita”). Ou seja, “monografia” significa literalmente “escrita única”. Porém, em sentido acadêmico o termo é entendido como uma forma de trabalho escrito relacionado a um único contexto sobre certa área do conhecimento. O objetivo principal de uma monografia é reunir informações, análises e interpretações científicas que agrupem valor relevante e original à ciência, dentro de um ramo, assunto, abordagem ou problema.

Para produzir uma monografia são necessárias algumas regras e etapas, como: elaborar um pré-projeto e um projeto; definir um tema específico de uma área; escolher um problema, objetivos, objetos de estudo e metodologias, que podem ser qualitativas, quantitativas; entre outras.

Após pesquisar exaustivamente o tema a ser abordado na monografia e as maneiras de apresentá-la, é preciso lembrar de escrevê-la de acordo com as normas da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas, levando em conta também os requisitos apresentados pela instituição de ensino superior para a qual a monografia será apresentada.

DIFERENÇAS

Como percebemos, o termo TCC é mais abrangente; monografia, mais específico. Porém, é importante destacar que apenas o termo TCC é abrangente e não o seu desenvolvimento, que é focado apenas em uma direção. Pela análise mais focada acima, de cada um dos 2 termos, conseguimos perceber as suas principais diferenças, que são:

  • TCC é o conjunto geral em que sua aprendizagem no nível superior será apresentada e, por consequência, avaliada. A monografia é uma das maneiras de construir o TCC.
  • A monografia é um estudo baseado em referências que juntas, se tornam um único estudo científico. O TCC, na maioria das vezes, vem acompanhado de um estudo de casos específicos, até mesmo por se tratar de um trabalho.

Dessa forma conseguimos entender um pouco mais sobre as diferenças entre TCC e monografia. Existem muitas discussões sobre este assunto em diversos sites. O importante é saber diferenciar bem um do outro, para que o estudante possa ter suas dúvidas bem esclarecidas ao preparar qualquer um destes trabalhos, o que pode significar muito em sua vida – a permissão para sua colação de grau! Portanto, esperamos que algumas das suas dúvidas a respeito desta diferença tenham ficado mais clara neste artigo. Com o tempo você perceberá que estará interagindo na faculdade e que alguns pontos com respeito a diferenças, elaboração e demais assuntos relacionados a sua conclusão de curso, irão ficar cada vez mais fáceis de se entender. Por isso, mantenha total dedicação!

Fonte: Orçamento tcc pronto

Cuidado: Você corre risco de cair na Friendzone

O momento da conquista é único e especial. A cada dia é necessário buscar novas estratégias para surpreender àquela garota e mostrar que você está afim. No jogo da conquista você precisa fazer, ao mesmo tempo, se aproximar e se afastar e, como tudo depende das circunstâncias do momento, nem sempre o que se planeja sai conforme o esperado e é justamente daí que ocorre a indesejada “Friendzone”.

A palavra inglesa é traduzida como “zona de amizade”, ou seja, tudo o que você não deseja pode ocorrer da parte dela como, por exemplo, interpretar suas palavras e ações como puro gesto de amizade e carinho… De irmão!

Quanto mais cedo conseguir reconhecer alguns dos sinais que são facilmente emitidos, maiores serão as suas chances de reverter esse quadro ao seu favor. Veja como é possível.

  1. Apelidos ou apelidinhos carinhosos

Os apelidos são uma forma carinhosa e próxima de se referir a alguém. E as mulheres são especialistas no assunto. Costumam fazer uso de formas como, por exemplo, diminutivos. Se perceber que, ela se refere a você igual a um amigo é sinal claro de que o “friendzone” começou.

Às vezes, um breve afastamento pode te auxiliar a recuperar as boas chances de conquista. Avalie bem e com calma para reverter à situação a seu favor!

  1. Quem procura quem?

Em todas as relações é comum uma parte procurar a outra com mais frequência, assim como em determinados momentos ou situações. Entretanto, é importante ficar atento quanto a essa frequência e os motivos utilizados. Se você a procura mais, observe qual é a reação dela. Mas se a procura é feita mais da parte dela verifique quais são as verdadeiras intenções.

Se forem desculpas só para poder se aproximar de você é um excelente sinal, mas se for somente para pedir conselhos e favores já não é nada positivo.

  1. Ela começa a compartilhar sua vida amorosa contigo

Muitas das vezes precisamos de alguém de confiança para dividir opiniões, pedir sugestões e até conselhos sobre nossa vida, afinal de contas, quem vê de fora consegue perceber mais e melhor os detalhes do que quem está dentro da situação, porém isso é sadio e adequado de se fazer com um… Amigo!

Não convém realizar tal propósito com um ficante ou possível bom candidato a namorado. Então meu amigo se ela começar a “compartilhar” informações e detalhes sobre sua vida amorosa com você é porque já está rolando a friendzone.

  1. Encontros estilo “enfim, a sós”?

Esta é uma das questões chave que não deixa dúvidas sobre o assunto. Pare, pense e seja sincero: A maioria das vezes em que vocês se encontram é a sós ou sempre tem uma terceira, quarta ou quinta pessoa?

Se há mais pessoas é porque ela está te inserindo em um grupo de amigos dela, ou seja, quer que você se interaja ao máximo e fique bem a vontade para que goste deles como espera que haja uma recíproca.

E essa tática só é legal para os casos de amizade porque para quem deseja ir além é um péssimo sinal. E, por falar em sinal, o mesmo só fica verde quando os encontros entre vocês passam a ser mais particulares onde é possível conversarem abertamente sem se preocupar com terceiros que não precisam ouvir ou podem ainda atrapalhar.

  1. Perceba o valor de suas ações

Como assim? É fácil e vou te explicar. Se tudo que você faz provoca uma reação da parte dela como, por exemplo, um sorriso (que é o melhor) é um bom sinal para a sua conquista. Mas se não houver uma reação que demonstre valorização de seus esforços é porque ela não está te enxergando da forma como gostaria.

Lembre-se: as pessoas quando querem “algo a mais” com outras sempre se colocam dispostas, atenciosas e até muito observadoras, pois buscam saber, aprender e consequentemente encontrar formas de se aproximar.

Mas se você não percebeu nenhuma reação da parte dela como desejaria é melhor avaliar se realmente vale a pena investir nesta conquista. É comum perceber que o melhor é cair fora e investir em realmente quem está afim e, desse modo, preservar uma boa amizade ou “friendzone”.

Toda sorte do mundo cara!

https://pt.wikipedia.org/wiki/Friend_zone

Dieta low carb: Aprenda como funciona.

lowcarb

O universo das dietas se recicla a cada dia e entre tantas que estão disponíveis a dieta low carb pode ser a que você procura para perder peso rápido. Aqui você vai entender como ela funciona e suas principais vantagens e desvantagens. Não perca tempo e confira tudo agora!

O que é a dieta low carb?

A proposta da dieta é reduzir a quantidade diária de carboidratos ingerida no dia-a-dia de 50 a 55% dentro de uma dieta baseada em 2000 calorias para 45% até 5% apenas do nutriente.

É na hora de reduzir a porcentagem de carboidrato que você deve usar o bom senso, pois a restrição severa do nutriente pode fazer você ter sérios problemas de saúde.

Além da redução do nutriente a dieta propõe a substituição dos carboidratos simples pelos integrais. Estes tem baixo índice glicêmico o que faz com que a energia contida neles seja liberada aos poucos para corrente sanguínea evitando assim o acúmulo de gordura no corpo além de oferecer maior saciedade. Isso porque com eles não há picos de glicose e insulina.

É saudável fazer a dieta low carb?

A dieta low carb emagrece, no entanto o quanto ela pode ser saudável ou não irá depender:

  • Da quantidade de carboidrato que irá reduzir. Nutricionistas garantem que uma redução para 40% do carboidrato do valor calórico total do dia não interfere na sua saúde de forma negativa;
  • Se você combinar a redução do carboidrato com uma dieta equilibrada com no máximo 20% do valor calórico total de proteínas e 30 de boas fontes de gordura irá emagrecer de forma natural e saudável.

O que a restrição de carboidratos pode causar?

Antes de optar pela dieta low carb é importante saber o que uma restrição brusca do nutriente pode causar.

  • Quando você corta de maneira brusca algum tipo de nutriente da sua alimentação automaticamente o seu organismo entra em estado de “alerta” e passa a estocar energia como mecanismo de defesa.

O resultado é que ao invés de perder peso você ganha peso.

  • Podem ocorrer várias alterações fisiológicas pela falta do nutriente como:
  • Sono;
  • Dores de cabeça;
  • Falta de concentração;
  • Fadiga;
  • Cansaço;
  • Mau humor;
  • Constipação intestinal e outros problemas que vão de acordo com o organismo de cada um.
  • Um maior consumo de carboidratos naturalmente te leva a consumir mais proteínas e isso sobrecarrega os rins principalmente se a pessoa tiver uma pré-disposição genética para desenvolver o problema.

Sugestão de cardápio:

Esta sugestão de cardápio não conta com o corte radical dos carboidratos da dieta e sim a substituição dos carboidratos simples pelos integrais por ser a forma mais saudável de perder peso.

Café da manhã:

  • 1 omelete de queijo feito com azeite ou óleo de coco
  • 200 ml de café com leite desnatado. Adicione 3 a 4 gotas de adoçante.

Lanche da manhã:

  • 3 unidades de amêndoas

 

Almoço:

  • Salada de folhas verdes a vontade temperada com limão, azeite e sal.
  • 1 filé de frango grelhado
  • 3 colheres (sopa) de brócolis ao vapor refogado na manteiga
  • 3 colheres (sopa) de arroz integral
  • 1 colher (sopa) de feijão
  • Sobremesa: gelatina diet

Lanche da tarde:

  • 1 iogurte natural com 1 colher (sopa) de linhaça.

Jantar:

  • Salada de folhas verdes a vontade temperada com limão, azeite e sal.
  • 1 filé de peixe grelhado
  • Abobrinha ao forno
  • Sobremesa: gelatina diet.

Ceia:

  • 2 torradas integrais
  • 200 ml de chá verde sem açúcar. Adicione 3 a 4 gotas de adoçante.

Dica: Antes de montar o cardápio sempre verifique os rótulos do cardápio na hora da compra, para ver a quantidade de carboidratos de cada alimento.

Como você pode ver é possível sim perder peso com esta dieta desde que você combine com bons hábitos alimentares e atividade física regular e não leve a dieta para o radicalismo cortando de vez os carboidratos do cardápio.

Inclusive essa é uma dietas utilizadas, respeitadas as adaptações, nos tempos bíblicos. Caso queira conhecer mais sobre o assunto recomendamos o curso de teologia on line dos nossos amigos.

 

Conheça os segredos do Emagrecimento Saudável

comer_bem_faz_bem_608_411

Todo mundo fala por uma boca só: para emagrecer tem que fechar a boca. Sim, mas não é só parar de comer alimentos que ajudam a engordar e sim tomar algumas atitudes essenciais que realmente vão fazer toda a diferença e isso inclui desde as mudanças constantes de cardápio, até o melhor momento em que deve comer saladas. Quer saber como funciona? Continue lendo este artigo com atenção.

Não se torture

É muito comum as pessoas pensarem e encararem a dieta como uma tortura, algo extremamente sacrificante e quase impossível de ser superado. Enquanto você manter esse pensamento de sofrimento é provável que tudo isso aconteça.

O melhor mesmo a se fazer é ver a dieta como algo realmente bom (como na verdade é) que lhe trará mais saúde. É importante que você mude a sua mentalidade, para que possa vê-la como algo mais leve e simples, o qual se acostumará rapidamente e que irá te ajudar muito.

Varie o seu cardápio constantemente

As pessoas são seres adaptáveis como o seu próprio organismo. Entretanto, ninguém (incluindo o corpo) aguenta fazer algo todos os dias e do mesmo jeito. É preciso variar para não cair na rotina, senão você será vencido pelo cansaço.

Procure alternar o seu cardápio e diversifica-lo com frequência para que seu organismo não se acostume e nem se enjoe de comer sempre as mesmas coisas e nos mesmos horários. Dessa forma, você sentirá mais prazer em comer.

Coma primeiro as saladas

Esse é um segredinho compartilhado em consultório de nutricionista. A dica é a seguinte: Você deve comer mais e sempre em primeiro lugar a salada, mesmo que não acredite logo sentirá sensação de saciedade e assim não conseguirá comer muito os outros alimentos, ou seja, vai ingerir mais o que realmente seu corpo precisa enquanto o que não auxilia a emagrecer como massas e muito arroz serão consumidas em menor quantidade.

Evite comer alimentos pesados no jantar

O jantar deve ser uma refeição leve somente para evitar que você deite com fome, não consiga dormir e automaticamente ataque a geladeira na madrugada. Por outro lado, o nosso organismo trabalha mais vagarosamente à noite e assim o processo digestivo é mais demorado.

Aproveite para comer as saladas citadas anteriormente ou faça um lanche leve. Assim você terá uma boa noite de sono e sonho!

Beba chá

O chá – se não for consumir com açúcar – é uma bebida de baixíssima caloria, às vezes zerada e que contribui muito para a perda de peso. A maioria possui efeito calmante (o que é muito importante para quem está emagrecendo), tem ação antioxidante e acelera o metabolismo. Entre os sabores que você mais gosta não se esqueça de incluir o Chá Verde que é um excelente emagrecedor natural bastante utilizado no Oriente.

Beba água sempre

A água é fundamental para a sobrevivência humana. Além de hidratar e repor os minerais que são perdidos no processo de transpiração, ela ainda regula o metabolismo e pode acalmar o sistema nervoso.

Para ter bons resultados e emagrecer com o auxílio da água você deverá consumir em torno de 2 litros diários, mas deverá evitar o consumo durante as principais refeições como o almoço e o jantar para que não dificulte o processo de digestão. O melhor é tomar água 1 hora após a refeição.

Amenize no cafezinho

O café é uma bebida agradável e várias pesquisas já comprovaram que é eficaz para a memória e até o coração, desde que tomado na medida certa, ou seja, se você tomar irá contar com todos os benefícios do café, mas se exagerar poderá causar males ao seu corpo como o nervosismo e até insônia.

E como você deve saber: nervosismo, estresse e cansaço fazem com que coma e saia da dieta com muita facilidade. Então se você não quer ter esse problema é só tomar entre 3 e 4 xícaras por dia.

Para fechar

Gostou dessas dicas? Aposto que se surpreendeu com algumas. Essas são algumas dicas valiosas que, se utilizadas com frequência vão te ajudar a perder os quilos indesejados. Como agora você já sabe quais são e por que são importantes para emagrecer aproveite para segui-las com disciplina e força de vontade para alcançar seus objetivos.

E antes de sair não se esqueça de deixar o seu “like” no botão abaixo, certo? Até o próximo post!

 

Emagrecer rápido é bom mesmo?

rapido

Você tem como projeto emagrecer rápido ainda este ano para entrar 2106 com tudo? Hoje convidamos você a pensar um pouco se os sacrifícios para entrar em forma valem a pena ou não. Vamos lá?

Emagrecer rápido não é saudável veja por quê.

Cada vez mais as pessoas cultuam um corpo magro ou um abdômen “trincado” e adotam essa imagem como sendo o símbolo de boa forma e saúde.

Mas até que ponto vale fazer qualquer sacrifício para entrar em forma?

Podemos afirmar que emagrecer a qualquer custo não vale a pena.  Enumeramos alguns problemas de saúde comuns às pessoas que optam em fazer as “dietas milagrosas”. Acompanhe:

  • Alteração do metabolismo.

Uma dieta restritiva leva o seu organismo a poupar energia como uma forma natural de te proteger de uma futura falta de nutrientes.

Com isso seu metabolismo passa a gastar menos energia e o resultado é o ganho de peso.

  • “Efeito sanfona”.

Com a alteração do metabolismo provocada pela restrição alimentar a tendência é que você volte ao peso habitual tão rápido quanto emagreceu e muitas vezes o ganho de peso vem em dobro.

Este é o temido “efeito sanfona”.

  • Risco de cálculos biliares.

Uma rápida perda de peso pode interferir no funcionamento da vesícula biliar o órgão responsável por secretar a bile que por sua vez auxilia na digestão das gorduras.

Quando a dieta é restrita em gorduras pode ocorrer um desiquilíbrio entre os níveis de colesterol (este aumenta) e os sais biliares diminuem.

Além disso, a vesícula biliar não contrai como deveria o que leva a formação de sais biliares.

  • Problemas no fígado.

Estudos comprovam que dietas radicais com perda de peso acima de 4 quilos por semana pode causar danos ao fígado. Pode-se desenvolver a hepatite gordurosa não alcóolica.

  • Desiquilibrar os fluidos do corpo.

Manter o peso estável ajuda a manter o equilíbrio de eletrólitos do corpo essenciais para o bom funcionamento de todo o seu organismo. Porém quando você tenta emagrecer rápido demais ocorre um desiquilíbrio de minerais.

Seu corpo passa a excretar muito sódio porque ao perder peso rápido você desidrata.

Além disso, o desiquilíbrio de eletrólitos faz com que seu músculo cardíaco não funcione direito.

  • Riscos para a sua saúde.

Emagrecer rápido além de todos os problemas que já citamos pode comprometer o seu sistema imunológico além de:

  • Anemia;
  • Fraqueza do coro cabeludo, unhas, problemas de pele por falta de proteínas e vitaminas e minerais em quantidade suficiente;
  • Cãibras;
  • Problemas ósseos.

As desvantagens das dietas radicais não param por aí. Existe um comprometimento psicológico. Isto mesmo! O efeito sanfona gerado pelas dietas restritivas pode levar você a se sentir frustrada (o) por não ter conseguido manter a perda de peso.

E mais! Você pode desenvolver uma compulsão alimentar por ter ficado longos períodos sem se alimentar de forma adequada.

Tudo isso afeta o seu psicológico podendo levar até a depressão.

Como emagrecer de forma saudável?

Como você pode ver perder peso muito rápido não traz nenhuma vantagem para a sua saúde. Nossa proposta então é que você faça uma reeducação alimentar para que aconteça mudanças de hábitos efetivas e duradouras.

Os nutricionistas são unânimes em dizer que um emagrecimento saudável é aquele que acontece gradualmente.

Além disso, a alimentação saudável deve ser combinada com a atividade física regular.

E você? Que tipo de dieta já fez para emagrecer rápido? Conte para nós deixando o seu comentário aqui.

Até o próximo post!

O que comer para emagrecer? Conheça os melhores alimentos.

alimentos

Tomar a decisão de emagrecer já é um grande passo para quem quer ganhar mais saúde. Mas a questão é: “O que comer para emagrecer”?

Se esta também é a sua dúvida preparamos uma lista com os melhores alimentos para ajudar você a conquistar de vez um corpo magro e saudável.

O que comer para emagrecer? Os 8 melhores alimentos:

Saber o que comer para emagrecer é essencial para aprender a aproveitar o que cada alimento tem de melhor para a sua saúde. Conheça quais são os melhores.

  • Pimenta: A pimenta está entre os melhores alimentos termogênicos, ou seja, que ajudam a acelerar o seu metabolismo. Isso porque ela aumenta a temperatura do seu corpo o que faz com que seu metabolismo tenha que trabalhar mais para equilibrar a temperatura corporal.

O bom de tudo isso é que você reduz as gorduras corporais de forma natural.

  • Lentilha: Além de ser um alimento bem acessível pode perfeitamente substituir o feijão em suas refeições principais porque assim como ele a lentilha é uma proteína vegetal.

Sendo assim ela traz saciedade e uma grande quantidade de ferro o que melhora a utilização das gorduras em excesso como fonte de energia.

  • Canela: Assim como a pimenta a canela também é um alimento termogênico que acelera o seu metabolismo. E mais! Esta especiaria tem a capacidade de diminuir aquela vontade irresistível por doces principalmente após as refeições.

Uma ótima sugestão é polvilhar frutas com a canela.

Sementes e óleos de gergelim: Colaboram para a queima de gordura deixando seu corpo muito mais definido. Além disso, possui cetonas que ajudam a manter os músculos firmes.

Todas estas propriedades estão relacionadas à quantidade de lignanas que fazem com que o fígado produza enzimas que melhoram o funcionamento seu metabolismo.

  • Abacate: Durante muito tempo ele foi considerado um vilão da boa forma. Mas hoje já se sabe que ele é rico em gordura monoinsaturada que além de manter a saúde cardiovascular dá saciedade.

O consumo desta fruta é benéfico, no entanto, você não deve exagerar! Apenas 3 colheres (sopa) já são suficientes para turbinar a sua alimentação.

  • Salmão: É rico em Ômega 3 a gordura do bem que além de prevenir as doenças cardiovasculares favorece o seu emagrecimento por dar saciedade.
  • Óleo de coco: Pode ser utilizado em substituição ao óleo de cozinha comum como o de soja. Isso porque tem ação termogênica o que ajuda a acelerar o seu metabolismo para a queima de gordura principalmente da região abdominal.

Estudos comprovam que 2 colheres (sopa) ao dia são benéficas não só para perda de peso como para diminuir o colesterol ruim (LDL).

  • Brócolis: É rico em:
  • Vitaminas;
  • Sais minerais;
  • Proteínas;

Todos estes nutrientes em conjunto reforçam o seu sistema imunológico, o que por sua vez melhora a sua disposição e ainda:

  • Dá saciedade;
  • Melhora o seu metabolismo. E o melhor! Tem baixa caloria uma porção (100gr) tem em média apenas 40 calorias.
  • Azeite de oliva: Para aprender de vez o que comer para emagrecer inclua em seu cardápio diário o azeite de oliva. Além de acrescentar sabor as suas refeições é rico em ácidos graxos monoinsaturados que previne diversas doenças.

E os benefícios do azeite não param por aí ele tem ação anti-inflamatória que ajuda a enxugar as medidas. O consumo do azeite ainda ajuda a diminuir os níveis de LDL (mau colesterol).

Mas atenção! Para usufruir de todos os benefícios do azeite é importante consumi-lo frio misturado às saladas, massas ou aos legumes.

Estas foram apenas algumas sugestões para você aprender o que comer para emagrecer naturalmente utilizando os benefícios que cada alimento tem para te oferecer.

Não deixe de buscar pelo auxílio de um nutricionista para que este profissional planeje a sua alimentação de acordo com suas necessidades nutricionais.

Como anda a sua alimentação? Conte-nos deixando o seu comentário aqui. E se você gostou de aprender o que comer para emagrecer compartilhe! Espalhe boas informações para as pessoas que você conhece.

Até o próximo post!

10 Melhores alimentos que emagrecem com saúde

422408-As-fibras-ajudam-na-perda-de-peso-e-controle-da-vontade-de-comer

Hoje, ninguém quer ficar acima do peso, pois além de dificultar com modelos e tamanhos de roupas ainda gera problemas de saúde. Se você precisa emagrecer, está cansado de dietas malucas, receitas milagrosas ou métodos caros, saiba que poderá contar com 10 bons alimentos baratos e saudáveis que vai te ajudar a perder os quilos extras.

  1. Coma maçã

A maçã possui apenas 52 calorias para cada 100 gramas consumidas. É uma importante fonte de fibras, possui ação antioxidante, além de prevenir o aparecimento de gordura na região da barriga. Isso sem contar que é excelente para a garganta e o sistema digestivo.

  1. Arroz integral

Tanto para o almoço quanto para o jantar o ideal é substituir o tradicional arroz branco pelo integral que possui 111 calorias enquanto o outro possui 130 calorias para cada 100 gramas. Parece pouca a diferença, mas na balança faz diferença. O arroz integral possui praticamente o dobro de fibras, além de vitaminas do Complexo B e minerais.

  1. Ovos

É uma importante fonte de proteína que pode ser consumida até no lugar de carnes pesadas. Apesar de possuir 155 calorias, o ovo possui uma importante substância chamada colina que tem, como função, bloquear a absorção de gordura no corpo.

  1. Aveia

Este cereal é uma boa fonte de fibras e é rico em vitaminas B5, B6 e E. Você pode acrescentar no suco ou então no leite do seu café da manhã. Opte pelo farelo de aveia que possui menos calorias em relação a outros tipos de aveias solúveis: 320 calorias em cada 100 gramas.

  1. Chá Verde

Os chás, de modo geral, são excelentes para o organismo humano, pois promovem a tranquilidade. No caso dos Verdes deve-se acrescentar a importante ação antioxidante e a aceleração do metabolismo. Se você tomar sem açúcar ou adoçante ele não terá nenhuma caloria, mas se precisar “adoçar” coloque poucas gotas de adoçante, certo?

  1. Salmão

É um peixe bastante saboroso e um dos mais leves. É rico em proteínas magras e promove rapidamente a sensação de saciedade. Além do mais ele se destaca pela boa concentração de Ômega 3 que auxilia na memória e diminuição de estresse. Em uma porção de 100 gramas, o peixe possui 208 calorias.

  1. Alho

Se você já fez cara ruim só porque leu “alho” é bom repensar seus conceitos. Este alimento é um verdadeiro aliado do coração e ainda auxilia na redução dos níveis de colesterol. O alho possui 149 calorias e ainda acelera o seu metabolismo para emagrecer mais rápido.

  1. Alface

É claro que você já pensou em salada e é isso mesmo! É um dos alimentos mais leves, pois possui apenas 15 calorias, mas em compensação, oferece grande quantidade de fibras, minerais como cobre e magnésio e vitaminas como a A, C, K, do Complexo B (B1, B2 e B3) e ainda tem função diurética.

  1. Azeite de Oliva

O Azeite de Oliva, bastante utilizado em saladas, é uma gordura natural saudável que auxilia na regulação do metabolismo e ainda possui ação anti-inflamatória. Como possui 884 calorias o ideal é utilizar pouco. Por mais que ele tenha grandes benefícios para a saúde você não deverá abusar. Utilize o Azeite para temperar as saladas.

  1. Beba muita água

A água não possui calorias, e é um importante repositório dos líquidos que são perdidos, principalmente, na transpiração. Ela é vital para a regulação do metabolismo, melhora o funcionamento dos rins, promove a sensação de saciedade por meio da dilatação do estômago e ainda auxilia no controle da ingestão de alimentos.

Alguns nutricionistas recomendam que beba água várias vezes ao dia, algo em torno de 2 litros diários, mas que evite consumir líquido durante o almoço para que não prejudique o processo de emagrecimento. Desse modo, é recomendável tomar água após um período em torno de 40 minutos ou 1 hora.

Últimas considerações

Emagrecer é bom e é muito importante quando se faz de forma saudável. Agora que você já conhece os alimentos e/ou produtos que podem te auxiliar é só fazer o consumo balanceado para adquirir resultados rápidos.

Quer receber dicas valiosas para emagrecer com saúde? Cadastre seu email em nossa newsletter e receba gratuitamente. Até a próxima!